segunda-feira, 9 de novembro de 2009

(Des)necessária


"Necessário, somente o necessário
O extraordinário é demais"


Mogli, o menino lobo



acessório
Datação: 1534

adjetivo
1 que se junta ao principal; suplementar, adicional, anexo
2 Derivação: por extensão de sentido.
que tem importância menor; secundário, dispensável

substantivo masculino
3 o que se junta ao principal, sem lhe ser essencial; detalhe, complemento, achega
4 peça ou objeto que serve de adorno ou complemento (p.ex., do vestuário, como cinto, bolsa etc.)


accessório; ver antonímia de necessário



Do Houaiss (adaptado).




Os acessórios também podem ser usados para adornar móveis. Como, por exemplo, um vaso ou um porta-retrato na estante. Com ou sem eles, a estante continua servindo para o que foi feita.
Quando estudamos sintaxe, aprendemos que há os termos integrantes e acessórios da oração. Os primeiros não podem faltar; os últimos podem existir ou não.
Os cintos - e como eu sinto! - passam de moda, e são deixados no fundo do closet. As bolsas, idem.

Ser ou sentir-se acessório é o maior pavor da que vos fala: a saudade é a contra-partida do esquecimento. Uma vez que não sentem a sua falta, você pode ser parte do grupo dos acessórios: o contrário do necessário; desnecessário.

O ostracismo é cruel. O esquecimento é muito pior do que o ódio. É pior do que se entrevar.



2 comentários:

Milena disse...

Eu morro de medo é de me esquecer. De resto, nada temo. =P

Marconi Madruga disse...

Se depender de mim, pode riscar seu medo da sua lista.