sábado, 29 de outubro de 2011

o silêncio é a pedra
no sapato
do passado
no pensado
repensado,
despensado,
dispensado
esquecido,
ternamente
guardado,
eternamente
dolorido

o silêncio é a morte da palavra
o nascimento da alma

entre palavras, o silêncio
de quem cala
salva a alma
de quem fala

Um comentário:

Milena disse...

por isso eu tô aqui há tanto tempo calada.